quinta-feira, Outubro 15, 2009

chego amanhã

ás vezes não estou. não percebi se gosto de não estar, tudo me parece igual e espero que o dia termine rápido para me perder. se pudesses ver, se estivesses aqui ías perceber. é como quando ouves uma música e só te apetece correr, como se te dedicassem um poema que não percebes, como quando te acordam a meio de um sonho. e depois olho para cima e perco os sentimentos e deixo de estar. e não sei porque escolho isto e não aquilo, tu e não outro e assim viajo longe e se me perguntam, respondo "chego amanhã". preciso tempo. tempo para celebrar o que encontro num livro velho ou sentada no sofá ou no bolso do teu casaco. quero estar mas depois parece que não posso, que não dá. ías perceber porque não estou para nos deitar-mos na relva e dar forma as nuvens, porque não ando contigo por dentro, porque não reparo nos outros quando estás. tu estas sempre. e eu tenho sempre um segredo. sempre um segredo. e tu confias em mim. e tomas atenção mesmo quando não falo. e assim, tu e eu parecemos uma simplicidade. mas não. espera por mim. chego amanhã.

Photobucket
sereno photography

sábado, Março 31, 2007

Tenho o prazer dos olhos fechados.
O sentimento que expande o olhar deixa de expandir e então eu fecho os olhos.
Fecho muitas vezes. Durante semanas, músicas, meses, contra o vento, durante anos.
Fecho os olhos e o tempo transforma-se em pequenas divisórias de apenas olhos fechados.
Os olhos fechados são apenas olhos fechados.
Não há muito a dizer sobre isso. Mas dão-me muito prazer.

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

sábado, Fevereiro 10, 2007

pela urgência da permanência de uma fonte
que de mim não nasce
mas me bebe.
por isso
sim, só...

Photobucket - Video and Image Hosting

quarta-feira, Agosto 09, 2006

sejamos verdadeiros:
este
poema
é

para
sentir
e
sente.

Photobucket - Video and Image Hosting

sexta-feira, Agosto 04, 2006

o mundo acabou e os poemas fazem-me chorar,
a noite serve para ser uma fotografia sem moldura.

sei que não faz sentido.
no entanto, para não me esquecer
escreve que os teus olhos deixaram de ver que um dia foram meus.
sai e leva a porta que dá entrada
para o meu corpo cheio de palavras.
mas antes
abraça-me.

Photobucket - Video and Image Hosting

terça-feira, Julho 04, 2006

só um pedaço
de tinta
sombra
cama
espaço
abertura.
só um de
horas
lugar
lingua.
um de
nunca mais.

(por acasos aleatórios)
menos uma
noite.

Photobucket - Video and Image Hosting

sexta-feira, Março 31, 2006

Vais estar de costas. E eu vou pedir tanto que nao te vires.
Quero um segundo eterno. Poder gravar-te. So assim de costas.
A porta vai abrir. Vou distinguir no ar o sabor distinto do teu respirar quente.
Sei que vou saber tanto a ti; de ti.
Faz por nao te mexeres. Nao te vires. `E so um segundo eterno.
So o tempo do meu pe sair do comboio e tocar no chao.
Para sempre serei eu com mais um segundo de ti.

Image hosting by Photobucket